Vacina contra Dengue no país: o que está sendo realizado?



A Dengue emergiu no Brasil em 1986 e, com os anos, as epidemias aumentaram, sendo o país responsável por cerca de 47% das infecções das Américas. Em 2015, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) liberou a vacina Denvaxia® (Sanofi Pasteur) e em 2017 recomendou o uso apenas para pessoas de 9 a 45 anos, com comprovação de infecção anterior pelo vírus da Dengue (DENV), e morador de áreas endêmicas, pelo risco da vacina para pessoas nunca expostas ao vírus.


Com investimento de 224 milhões de reais, o Instituto Butantan/Brasil e o “National Institute of Health”/EUA desenvolveram uma vacina de dose única de vírus atenuado (estimula o sistema imunológico sem causar doença) tetravalente (contra os 4 sorotipos do DENV). Atualmente, a vacina está na Fase III dos testes clínicos em 16 cidades do Brasil com colaboração de 17 mil voluntários. Até o momento, a vacina se mostrou capaz de produzir anticorpos contra todos os sorotipos, com 88% de eficácia contra a infecção.


Os voluntários serão acompanhados pelo menos até 2024, e posteriormente, os testes serão concluídos. A partir disso, a vacina poderá ser liberada, produzida e disponibilizada à população. Até lá, a forma mais eficaz de se combater a Dengue é eliminando criadouros do mosquito Aedes aegypti e utilizando repelentes e telas de proteção.





Rafael Alves da Silva

Mestre em Ciências da Saúde

FAMERP

26 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo