Gestão no esporte



De 4 em 4 anos, o mundo volta olhares para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos, que se tornam pauta na grande mídia e nas rodas de conversa, sendo este um movimento compreensível, considerando a enorme quantidade de assuntos que nos cercam diariamente. Mas, assim como noutras áreas, a maior atenção só é dada ao esporte em seu momento máximo, quando todos esperam que os resultados esportivos aconteçam e que nossos atletas saiam vitoriosos. Para quem é da área do esporte, é fácil dizer que a participação nesses jogos é apenas a ponta do iceberg. Nesta analogia, existe uma relação direta entre o pico, que seria quando o hino nacional toca com nossos atletas no pódio, e a base, que ajuda a manter tudo em seu devido lugar, ou seja, a gestão do esporte. Pensando nisso, o Instituto de Pesquisa Inteligência Esportiva (IPIE) desenvolve atualmente uma pesquisa intitulada “Gestão do Esporte nos Estados e Municípios – GEEM”, que visa colher dados e gerar análises sobre a gestão esportiva em nível municipal, auxiliando na melhor compreensão da base esportiva no país. Com mais de 30% dos municípios brasileiros já cadastrados, é possível notar que a maioria deles não conta com nenhum documento que determine as principais políticas esportivas, muito menos que avaliem as ações já existentes. Nesse cenário, o IPIE busca auxiliar os municípios a incorporarem conceitos de gestão em suas práticas, entendendo que isto é fundamental para um bom desenvolvimento esportivo.











Me. João Victor Moretti

PGEDF

UFPR - IPIE





Imagem retirada de: https://www.marca.com/en/olympic-games/2021/07/24/60fc3def22601d172b8b45b6.html

11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo