Conversão de sangue tipo A em O através de enzimas de bactérias intestinais



Cientistas da Colúmbia Britânica, no Canadá, conseguiram transformar sangue tipo A, em tipo O, através de enzimas de bactérias da microbiota do intestino.


As hemácias (glóbulos vermelhos), são células presentes no sangue responsáveis por levar oxigênio por todas as partes do corpo. Elas possuem em sua membrana alguns açúcares, chamados de antígenos. Hemácias de diferentes tipos sanguíneos possuem diferentes tipos de açúcares, e quando o corpo entra em contato com um sangue com açúcares diferentes dos seus, aí surge o problema: o corpo ataca aquelas células como se fossem micro-organismos, pois não reconhece tais substâncias.


Os cientistas do Canadá descobriram que bactérias do intestino possuem enzimas capazes de degradar os tipos de açúcares presentes nas hemácias tipo A, transformando-as em tipo O, que é o doador universal por naturalmente não possuir açúcares em sua membrana.


Essa descoberta é de grande importância pois o tipo A é o segundo mais abundante do planeta, enquanto o O pode ser transfundido em qualquer pessoa.


📌Notícia: https://www.nature.com/articles/s41564-019-0469-7 https://super.abril.com.br/ciencia/cientistas-convertem-sangue-tipo-a-em-tipo-o-que-e-doador-universal/

20 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo