Bioindicadores no controle de contaminantes



A produção de resíduos decorrentes das atividades veterinárias é preocupante uma vez que infere riscos à Saúde Única. Parte desses resíduos tem origem de atividades hospitalares – Resíduos de Serviços de Saúde. Nos sistemas de produção, destacam-se rejeitos como carcaças de animais e dejetos. Na indústria de alimentos de origem animal, a preocupação cabe à água residual. A análise de bioindicadores constitui uma forma de controle do problema e determina a qualidade da água e do solo. Tratam-se de organismos com ciclo de vida curto e sensibilidade a agentes da rotina veterinária, cuja variação quali e quantitativa indica alterações ambientais. O biomonitoramento, além de mensurar a qualidade ambiental, também auxilia na implantação de ações corretivas e mitigação nas fontes emissoras.






Profa. Dra. Roberta T. de Melo

Graduanda Carolyne F. Dumont

FAMEV- UFU



Imagem: <a href='https://br.freepik.com/photos/alimento'>Alimento foto criado por freepic.diller - br.freepik.com</a>

39 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo