As regras e atitudes de uma pessoa influenciam na sua vida diária?



Durante toda a sua vivência o sujeito passa por episódios onde ele desenvolve determinadas idéias sobre si mesmo, sobre as outras pessoas e o seu mundo. Na Terapia Cognitivo Comportamental (TCC), essas “ideias” são chamadas de crenças e apresentam algumas variáveis. As crenças nucleares, que são rígidas, globais e super generalizadas, influenciam o desenvolvimento das crenças intermediárias que são atitudes, pressupostos e regras e são elas que influenciam a visão do sujeito de si, do outro e do mundo.


Existem ainda as crenças disfuncionais ou desadaptativas que são pressupostos rígidos e super generalizados negativos do sujeito sobre si ou sobre suas relações. Quando ativadas, o sujeito consegue processar com facilidade, informações que reforcem essas crenças, negando o que for contrário a elas. As crenças disfuncionais afetam diretamente nas relações do indivíduo, lhe causando sofrimento, reforçando concepções disfuncionais sobre si ou sobre o mundo e possivelmente causando transtornos de ansiedade e depressão.


Um ponto positivo das crenças desadaptativas é que como são crenças intermediárias, da mesma forma que elas foram apreendidas, elas podem ser desaprendidas. Sendo possível criar novas crenças baseadas na realidade do sujeito, mais funcionais. Essa readaptação é possível ser feita em psicoterapia, por meio de uma psicoeducação fazendo com que o sujeito tenha consciência mais ampla de si, do mundo e dos outros, melhorando assim a sua qualidade de vida.



Natalia Mendes de Faria, Psicologa, Uberlândia - MG

14 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo