top of page

Afinal, os produtos naturais contêm química?




Muito se fala em produtos sem química, principalmente os produtos in natura e aqueles que são minimamente processados. Chamamos de produtos naturais os compostos e substâncias que são extraídos de organismos vivos, como animais, plantas, fungos, bactérias, protozoários e algas. Geralmente, os produtos naturais com finalidade medicamentosa são produzidos em pequenas quantidades por esses organismos.  


Para se ter uma ideia, para produzir um quilo do princípio ativo do Taxol®, um medicamento usado no tratamento de vários tipos de câncer, são necessárias dez toneladas de casca da árvore Taxus breviflolia, o que corresponde à morte de três mil árvores. Dessa forma, é inviável que este e a maioria dos produtos naturais seja obtido apenas através de extrativismo e, portanto, para suprir a demanda da humanidade, a produção em escala industrial utiliza metodologias de síntese. É aí que surge uma das grandes confusões: produtos naturais são melhores que produtos sintéticos e não contêm química! Isso é um grande equívoco por dois motivos: 1) todos os produtos naturais são formados por compostos e substâncias químicas; 2) a estrutura de uma molécula extraída de um produto natural ou sintetizada em laboratório é a mesma. Ou seja, a molécula da vitamina C da laranja é igual à molécula da vitamina C do comprimido. Você é um ser vivo que contém química!   


No Milagre Lab da UNESP sintetizamos moléculas inspiradas em produtos naturais através de metodologias que são amigáveis ao meio ambiente. 





Profª. Drª. Cíntia Milagre

UNESP










26 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page