A história da vacina


A história da vacina começou no século XVIII com a vacina contra a varíola. Na época, o inglês Edward Jenner notou que ordenhadeiras eram resistentes à varíola humana e que estavam infectadas com o vírus da varíola bovina, caracterizada pela formação de pústulas (feridas). Jenner, então, inoculou em uma criança de 8 anos o pus da pústula de uma ordenhadeira. A criança desenvolveu uma forma branda da doença e se recuperou.


Meses depois, o médico infectou a criança utilizando a varíola humana, e percebeu que ela não desenvolveu a doença. Esse processo foi chamado de Vacinação. A descoberta se espalhou pela Europa e, anos mais tarde, Louis Pasteur desenvolveu imunizantes contra a raiva que denominou por Vacina. Graças às vacinas, a humanidade conseguiu diminuir e erradicar várias doenças, além de prevenir epidemias e pandemias.





Daniel Oliveira Silva Martins

Mestrando em Microbiologia

UNESP

19 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo